fbpx
Contratação temporária com admissão digital: Confira 5 benefícios

RH

Contratação temporária com admissão digital: Confira 5 benefícios

SimbioX
Escrito por SimbioX em 18 de dezembro de 2019

Final de ano chegando e, nessa época o mercado de trabalho esquenta, afinal, aumenta a demanda de trabalho em muitas empresas e elas precisam reforçar o time e para suprir essa necessidade, a melhor solução é a contratação temporária.

Em Outubro deste ano foi assinado um decreto que atualiza as regras do trabalho temporário, regido pela lei 6.019, de 1974, alterada anteriormente em 2017.

A atualização da norma confirma o prazo de 180 dias corridos para o contrato temporário, prorrogados por até mais 90 dias.

A empresa que precisa de reforço por causa de período de férias do funcionário, licença maternidade ou afastamento por doença recorre à agência de trabalho temporário. Esta faz uma pré-seleção de profissionais e encaminha para o aval do empregador

Diz Michelle Karine, presidente da Associação Brasileira do Trabalho Temporário.

Vínculo empregatício

Vale lembrar que um contrato temporário não gera vínculo com a empresa contratante ou com a agência intermediária.

A contratação temporária atual é feita de acordo com a necessidade da empresa e, neste caso, quem fica responsável pela contratação é a agência.

Mas é diferente de um contrato com prazo determinado feito diretamente entre empresa e contratado, que é mais comum no final de ano no varejo e as lojas que precisam reforçam equipes para dar conta da demanda de Natal e Ano Novo.

Não se esqueça, o colaborador temporário, conforme decreto, tem direito a:

  • Remuneração igual à recebida pelos colaboradores do mesmo nível hierárquico;
  • FGTS;
  • Benefícios e serviços da previdência;
  • Seguro em caso de acidente de trabalho.

Mas, assim como o colaborador temporário tem direito aos itens acima, vale ressaltar que ele não tem direito a:

  • Aviso prévio;
  • Multa de 40% do FGTS;
  • Seguro-desemprego.

Conforme entrevista ao Jornal Agora, o advogado Maurício Pepe de Lion, do Felsberg Advogados afirma que a principal mudança é que a empresa pode dar ordem direta ao colaborador contratado temporariamente, o que não era permitido, caso a contratação fosse feita por intermédia de uma agência.

Em resumo, as mudanças são sutis e já eram citadas na reforma trabalhistas, mas oferecem mais segurança aos envolvidos.

A contratação temporária

Seja por agência ou direto com a empresa , é importante que a necessidade da contratação desse colaborador esteja definida e justificada, assim como a remuneração acordada – tudo deve estar detalhado em  contrato.

Com a reforma, ficou determinado que o prazo máximo permitido para a duração do contrato de trabalho temporário é de 180 dias com possibilidade de prorrogação para até 60 dias corridos e somente uma vez.

Caso a empresa queira recontratar um colaborador temporário, é necessário aguardar o período de carência de 90 dias.

A jornada máxima permitida é de 8 horas por dia, mas, em empresas específicas, essa carga horária pode exceder.

Para a contratação do colaborador temporário é necessário seguir o processo:

  • Entrevista;
  • Onboarding;
  • Integração;
  • Treinamento.

Vantagens e desvantagens da contração temporária

Até aqui te contamos em quais situações a contratação temporária é indicada, quais são as exigências jurídicas e quais são os direitos deste colaborador, a partir disso, veja algumas vantagens e desvantagens.

Vantagens

  • Quadro de funcionários flexível: onde você há excesso de colaboradores fixos;
  • Conhecer novos talentos: ótima oportunidade de conhecer talentos que podem ser novos colaboradores;
  • Flexibilidade de contratação: o contrato temporário isenta a empresa de manter um colaborador que não atendeu as expectativas ou não se adaptou as suas funções.

Desvantagens

  • Problemas internos: sendo temporário, este colaborador pode não se adaptar ao ambiente ou ao time, prejudicando o engajamento, simbiose e produtividade;
  • Treinamento: o treinamento pode não ser suficiente para um colaborador temporário e, ao invés de contribuir para a demanda, pode impactar negativamente os resultados.
  • Problemas jurídicos: Tenha atenção redobrada com contratos temporários para que sua empresa não tenha pendências jurídicas ou financeiras, tendo que pagar multas ou responder a processos trabalhistas.

Como você viu, é um processo trabalhoso e detalhado e passível de erros, onde qualquer falha pode atrasar a contratação e prejudicar os resultados da empresa, e esse não é o objetivo.

Neste momento, é crucial que a contratação seja ágil, eficiente e sem erros para evitar todo e qualquer tipo de retrabalho.

Benefícios da admissão digital no processo de contratação temporária

Agora que você chegou até aqui e acompanhou todas as etapas e exigências da contratação temporária, confira a seguir como a admissão digital contribuirá para que este processo seja dinâmico, isento de erros e, melhor de tudo:  não tome o tempo do Departamento Pessoal.

1.      Agilidade

Com a Admissão Digital, o colaborador temporário faz sua auto admissão de onde quiser, seja do seu computador, smartphone ou tablet.

Dessa forma, não haverá filas no departamento.

Com uma solução de admissão digital, a conferência e validação dos documentos enviados pelo colaborador fica por conta da plataforma, economizando o tempo da equipe de RH e eliminando possíveis erros.

2.      Produtividade

Final de ano é sinônimo de “correria”, é normal ouvir isso em praticamente todas as empresas, independente do segmento.

  • Correria para bater a meta do ano;
  • Correria pra fechar os últimos detalhes da festa de confraternização;
  • Correria pra entregar o projeto do cliente “x”;

Enfim, “correria” define as semanas que antecedem o Natal e Ano Novo.

Imagine quanto tempo você vai gastar revisando, validando e digitando documentos deste colaborador temporário. Sem falar na possibilidade de o colaborador não ter todos documentos em mãos e isso atrapalhar ainda mais o processo.

Aí seu tempo passa e nada garante que não haverá problemas com o outro colaborador.

Deixe todo esse trabalho para uma solução de admissão digital, a plataforma recebe os documentos digitalizados pelo colaborador, confere, valida e armazena os documentos em nuvem ou localmente.

3.      Rápida validação

Conforme este estudo da Glassdoor, o Brasil é o país que mais leva tempo para realizar o processo seletivo, sendo em média de 39,6 dias.

Dos 25 países analisados, a Índia é o país que executa o processo mais rápido, com média de 16,1 dias.

No mesmo estudo, Andrew Chamberlain – economista-chefe da Glassdoor diz o seguinte:

“Quanto mais demorado o processo de contratação, maior a perda de produtividade para os empregadores”.

Com uma solução para admissão digital, a validação dos documentos enviados pelo colaborador é feita em aproximadamente 3h, melhorando diretamente a produtividade do seu time.

Com isso, você garante agilidade e rapidez no processo de contratação e, consequentemente, seu time avança em níveis de produtividade.

4.      Assinatura Digital

Não faz sentido fazer o processo digital e ao final ter que imprimir tudo para o colaborador assinar, afinal, a ideia é economizar seu tempo.

Com a admissão digital o colaborador lança todos os dados e documentos solicitados e assina seu contrato digitalmente.

Evitando filas, transtorno e tumulto no RH.

5.      Armazenamento em nuvem

Por último e para manter tudo em ordem, na Admissão Digital seus documentos serão armazenados em nuvem.

Com isso, você não precisa se preocupar com espaço físico para armazenar documentos. A organização e busca por um arquivo é ágil e dinâmica e você acompanha o status por colaborador, facilitando todo o processo de contratação temporária.

Além dos benefícios para a contratação temporária, confira neste post os cinco principais benefícios da Admissão Digital para o RH da sua empresa.

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *