Um dos principais desafios trazidos pela pandemia do coronavírus diz respeito à capacidade das empresas.

Sejam elas grandes ou pequenas, de se adaptarem a uma nova realidade repleta de limitações. 

A principal delas, sem dúvidas, está relacionada à necessidade do isolamento social, que tem feito os negócios adotarem o home office.

pessoa fazendo home office

Um modelo que, até então, era visto por muitas empresas como algo complexo. Principalmente no que diz respeito ao controle da gestão da produtividade dos colaboradores. 

Afinal, como saber se os colaboradores estão se dedicando e realmente produzindo?

Como fazer o controle de jornada, de forma legal, mesmo estando a distância? 

Para que você entenda, de fato, como funciona o controle de jornada no home office, neste guest post oferecido pelo Tangerino – controle de ponto você vai entender:

O que é, o que diz a lei sobre isso no contexto do home office e como funciona um aplicativo de controle de ponto online para equipes que atuam remotamente.

Confira!  

O que é controle de jornada de trabalho? 

O controle de jornada de trabalho é um importante mecanismo que garante direitos e deveres, tanto da empresa quanto dos colaboradores. 

controle de jornada de trabalho

Com ela é possível verificar se os colaboradores estão cumprindo os horários e as escalas de trabalho, conforme definido na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

E também na convenção ou acordo coletivo, além do contrato de trabalho firmado com a empresa. 

Por parte das empresas, verificar o cumprimento da jornada do colaborador garante que os pagamentos, adicionais e descontos sejam contabilizados corretamente, evitando problemas na justiça trabalhista. 

Para os colaboradores, garante também: a manutenção da saúde mental e do bem-estar.

Uma vez que existem regras bem definidas para cumprimento de horário, bem como intervalos e descansos, que favorecem a produtividade.  

No contexto do home office, como você verá nos próximos tópicos, realizar o controle de jornada é uma maneira eficaz de assegurar esses direitos e deveres de ambas as partes.

Além de avaliar a produtividade do colaborador que trabalha remotamente.  

Controle de jornada no home office: o que diz a legislação? 

O que começou com uma tendência, o home office foi se tornando cada vez mais uma necessidade entre as empresas brasileiras, principalmente dado ao momento de pandemia e também pela flexibilidade trazida por esse regime de trabalho. 

No contexto de contágio do coronavírus, por exemplo, uma pesquisa, realizada pela ISE Business School mostrou que após o choque inicial da novidade, 80% dos gestores brasileiros disseram gostar da nova maneira de trabalhar, o que reforça que, mesmo em uma situação de crise, os benefícios desse modelo de trabalho podem ser percebidos. 

Com base no crescimento do número de empresas e pessoas optantes pelo trabalho remoto, a legislação, que até a Reforma Trabalhista não mencionava o home office oficialmente, precisou se adequar para atender essa nova demanda do mercado.  

É importante esclarecer que o home office, teletrabalho ou trabalho remoto é diferente do trabalho externo, que se aplica, por exemplo, a um funcionário responsável por instalar TV a cabo em residências ou uma equipe de vendedores que visita os clientes em casa. 

A Reforma Trabalhista foi sancionada em 2017 (Lei nº 13.467) e trouxe algumas regras para esse regime. Chamado de teletrabalho ou trabalho remoto, dois pontos da lei são cruciais para entender como esse modelo funciona: 
  • devido às particularidades desse regime, o teletrabalho não se encaixa nas regras de jornada, que são descritas na CLT, como é o caso do trabalho de 8 horas por dia com intervalo para almoço, portanto, os colaboradores podem ser dispensados do controle de ponto;  
  • além disso, quando uma empresa opta por ter colaboradores em home office, o contrato de trabalho poderá ser por atividades ou tarefas.  

Porém, isso não impede que a empresa e o colaborador elaborem um acordo para definir como será feito o controle, seja por tarefa ou jornada. Dessa maneira, é fundamental que o acordo sobre o controle de ponto seja formalizado em contrato entre as partes.  

Além disso, a empresa pode contar com tecnologias que viabilizam o controle de ponto no home office. Isso porque, com a Portaria 373 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), publicada em 2011, foi regulamentado o uso de softwares e aplicativos de controle de ponto alternativos, como o aplicativo de ponto digital, que podem ser importantes  aliados das empresas na gestão dos colaboradores que estão trabalhando em home office.  

Abaixo, você entenderá melhor como esse sistema funciona. 

Controle de jornada no home office: como fazer? 

Como já explicado, as empresas podem contar com sistemas de controle de ponto alternativos, que são respaldados por lei e permitem uma melhor gestão dos colaboradores que estão em home office. 

O aplicativo de ponto online funciona por meio do acesso à internet. Ele é disponibilizado na empresa, que realiza toda a gestão, e deve ser instalado nos dispositivos móveis dos colaboradores, como smartphones ou tablets.  

Com todos os colaboradores cadastrados, o software passa a ser usado para a marcação de ponto com alguns cliques ou até mesmo por meio do reconhecimento facial. Além disso, a ferramenta envia lembretes ao colaborador de que ele deve marcar seu ponto, tornando a tarefa mais simples.  

Utilizando o ponto online, as informações são atualizadas, constantemente, no sistema acessado pelo gestor e os próprios colaboradores também conseguem visualizar dados de sua jornada, caso seja permitido. 

Além disso, o aplicativo de ponto online possui outras funcionalidades, que tornam esse processo mais completo. Veja: 
  • Locais de interesse ― para facilitar o controle, a empresa pode cadastrar os locais de interesse, onde o colaborador deve estar para registrar sua jornada de trabalho. Com ele, o colaborador consegue registrar o ponto onde estiver, mas a empresa tem acesso a localização onde o registro foi feito, podendo ser identificada alguma mudança de local que não foi combinada; 
  • Check-in de atividades  que permite criar uma lista de tarefas para que tanto o gestor quanto o colaborador, que está atuando remotamente, saibam quais tarefas precisam ser cumpridas ao longo do dia. Com essa funcionalidade, inclusive, o gestor consegue avaliar a produtividade do colaborador, sabendo quanto tempo ele levou para terminá-la. 

Dessa forma, o aplicativo de ponto online funciona como uma ferramenta para organização de tarefas, além de ser um reforço para a gestão do trabalho realizado pela equipe que está em home office. 

Agora, que você conhece as facilidades da ferramenta, veja o passo a passo para disponibilizar o aplicativo de controle de jornada de ponto para os colaboradores: 
  1. escolha um aplicativo de controle de ponto;  
  1. baixe o app;
  1. cadastre os colaboradores no app e pronto! Eles já estarão habilitados para bater ponto por um computador, tablet ou celular. 
Com as informações recebidas pela empresa e o aplicativo instalado, o processo de registro do ponto dos colaboradores também é simples, feito em quatro passos: 
  1. no primeiro acesso, insira o código do empregador disponibilizado pela empresa; 
  1. digite o PIN recebido; 
  1. clique em registrar ponto; 
  1. faça uma selfie. 

Pronto, o ponto será registrado! 

O que achou da possibilidade de contar com um sistema de ponto digital para controle de jornada?

Assim como o home office tem provado, o mercado está sempre se adaptando, principalmente, em função do surgimento de novas tecnologias.

Dessa forma, as empresas têm mais recursos, seguros e confiáveis, e mais flexibilidade na gestão dos colaboradores, mesmo que eles não estejam dentro da empresa. 

Além do controle de ponto digital, existem diversas outras ferramentas. Descubra os benefícios da Admissão Digital, solicite um contato grátis para saber mais.

Post by SimbioX
Junho 5, 2020

Comments