fbpx
Retenção de talentos: como manter os profissionais da sua empresa?

RH

Retenção de talentos: como manter os profissionais da sua empresa?

SimbioX
Escrito por SimbioX em 18 de fevereiro de 2020

A retenção de talentos é, hoje, uma das estratégias mais importantes das organizações. De modo geral, atrair e reter talentos envolve uma série de políticas e práticas que as empresas adotam para manter bons colaboradores por mais tempo.  

Além de ser uma conquista valiosa, em termos de capital humano, é também uma forma de aumentar a produtividade e reduzir os gastos, uma vez que o fluxo excessivo de demissões e admissões, processo conhecido como turnover, gera altos custos para a empresa.  

Mas, afinal, qual é a fórmula ideal para que os negócios consigam engajar seus colaboradores, a ponto deles se manterem por mais tempo na empresa, ao mesmo tempo, em que almejam crescimento? Neste guest post oferecido pelo Tangerino você vai conhecer algumas estratégias. Confira!  

Aprenda 2 lições para atrair e reter talentos  

A primeira lição a ser aprendida pelas empresas é sobre o fato de que ela está lidando com pessoas. Gente, com características humanas e que se diferenciam de pessoa a pessoa.  

Manter esses colaboradores motivados e empenhados em “vestir a camisa” da empresa é um desafio. Principalmente, tendo em vista o mundo altamente competitivo e com tantas possibilidades. 

Afinal, hoje, as organizações não competem apenas por uma fatia do mercado, por clientes ou pelas parcerias mais vantajosas. Elas disputam, principalmente, os seus recursos humanos com outras empresas. 

A segunda lição, a partir disso, é criar um ambiente organizacional saudável e interessante. Entendendo que mais do que benefícios e salários atrativos, as pessoas querem ser encorajadas a crescer. Elas precisam sentir que, dentro de sua empresa, elas têm ambiente para isso.  

Com essas duas lições, separamos 7 maneiras práticas para sua empresa começar a pensar, estrategicamente, na retenção de talentos.  

Conheça 7 maneiras para alcançar a atração e retenção de talentos

1- Cultura organizacional bem definida

A cultura organizacional engloba todos os costumes, valores, hábitos e normas que estão presentes dentro de uma empresa. Ela está, por exemplo, na forma como é o horário de trabalho (se mais flexível ou rígido); no modo como os funcionários se vestem (se de terno ou bermuda); e até em questões mais estratégicas, como na opção por contratar apenas fornecedores que sejam ambientalmente corretos. 

A retenção de talentos está diretamente ligada a esses aspectos, pois, a partir do desenho e do entendimento da cultura organizacional, fica mais fácil saber quem é o colaborador ideal para estar nesse ambiente. 

2- Colocar a pessoa certa no lugar certo 

Colocar a pessoa certa no cargo certo é a união de dois fatores importantes: saber exatamente que cargo é esse, o que ele demanda e quais características são necessárias para ocupá-lo; além de saber tudo sobre aquele funcionário, incluindo suas capacidades técnicas e o seu perfil emocional. 

Com isso, ao realizar processos seletivos e movimentações internas de cargos, a chance de acertar será maior. 

3- Investir em boas lideranças 

Um levantamento realizado em 2019 pela consultoria de recrutamento Michael Page com candidatos a vagas de emprego, apontou que oito em cada dez profissionais pedem demissão por causa da liderança. 

Dentre os motivos, estão a falta de feedback e a sensação de que o chefe não é um exemplo como líder ou uma inspiração no dia a dia das atividades.  

Investir em bons líderes é para a empresa uma tranquilidade ao saber que os seus liderados estão sendo orientados por alguém que servirá de modelo.  

4- Estabelecer uma comunicação clara e objetiva 

A comunicação deve ser considerada sob dois aspectos, um tão importante quanto o outro: no oficial, estabelecido pela empresa por meio de canais de divulgação, como e-mail, jornais internos e Tvs corporativas, por exemplo; e no extraoficial, que acontece por meio dos bate-papos no corredor, nos intervalos e lanches, e em toda a forma de comunicação que ocorre entre todos da empresa, do mais alto ao mais baixo nível de cargos. 

Uma comunicação oficial realizada de forma clara e objetiva, sempre transparente, reduz os ruídos provocados pela comunicação não oficial, aquela do corredor, que levanta dúvidas e suposições. Manter um diálogo com todos é fundamental. 

5- Reconhecimento 

Esse elemento pode ser oferecido em forma de premiações internas por produtividade, promoção de games e entrega de certificados, oferta de cursos e treinamentos sobre novos assuntos, concursos internos, e até mesmo bônus e brindes entregues sempre que um funcionário propor um projeto ou apresentar uma nova ideia. 

São ações que, além de valorizarem o colaborador, o incentivam sempre a se capacitar e a se atualizar, habilidades que retornarão à empresa.  

6- Garantir segurança e transparência nos processos  

Empresas que estão atentas à legislação e seguem os processos de segurança com modernidade e transparência estão sempre à frente. 

Um exemplo disso é o registro da jornada de trabalho do colaborador, que é uma medida obrigatória, do Ministério do Trabalho. O registro de ponto é uma ação indispensável para que as empresas garantam a gestão eficaz da jornada dos funcionários.  

Além disso, hoje, com a possibilidade de se adotar alternativas ao registro de ponto, as empresas podem optar por aplicativos, que mantém a empresa informada sobre o fluxo de entrada e saída dos colaboradores, um recurso seguro que aumenta a confiança entre empregador-empregado.  

7- Conceder benefícios e criar um plano de carreira 

Por último, a concessão de um salário justo e condizente com o mercado, benefícios vantajosos e um bom plano de carreira são aspectos que aparecem para fechar esse pacote de estratégias para atrair e reter talentos. 

A princípio, o lado financeiro da relação trabalhista parece ser o aspecto mais considerado pelos colaboradores. Porém, e isso já foi comprovado de diversas formas, de nada adianta um salário alto se a empresa não oferece os outros elementos citados aqui. 

Por exemplo: de que adianta um funcionário com alto salário e poder de decisão diante de sua equipe, se ele não está no cargo certo, de acordo com seu perfil e capacidade técnica? Por mais que o lado financeiro seja vantajoso, com o tempo, diversos problemas relacionados à motivação e à produtividade vão surgir, até que ele peça demissão ou seja demitido.  

Agora que você já conhece as iniciativas importantes para reter talentos, veja quais são os principais benefícios para as empresas.  

Garante a sequência de qualidade nos setores 

Esse benefício é mostrado por um estudo, realizado pela Universidade da Califórnia, em 2019, que identificou que um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e chega a vender 37% a mais que outros funcionários menos motivados.  

Ajuda na construção de um clima de trabalho mais agradável 

Reunindo trabalhadores felizes e motivados, as chances de se criar um clima saudável, de amizade e cooperação no ambiente de trabalho é ainda maior. Além disso, prepara os funcionários para possíveis situações de crise, por exemplo, quando todos precisam estar engajados na solução de um problema. 

Reduz gastos trabalhistas 

Falar em redução de custos soa como música para os ouvidos dos donos de uma empresa. E com o investimento na retenção de talentos, o alcance desse propósito é certo. Retendo funcionários, os gastos com multas trabalhistas e novos processos seletivos (que também demandam tempo) são reduzidos.  

Afinal, não é mais interessante, por exemplo, investir em treinamentos do que em novas contratações? 

Atrai novos talentos 

Outro benefício, que vem como um bônus, a atração de novos talentos é uma consequência imediata. Ao sentir-se bem e valorizado dentro de uma empresa, o colaborador passa a “vender” espontaneamente o seu trabalho e o seu time, tornando a empresa um lugar de referência para se trabalhar.  

Assim como os clientes são um termômetro para a prestação de serviços e a qualidade dos produtos, o público interno acaba atuando como um termômetro do lado interno. 

Percebeu como atrair e reter colaboradores é uma estratégia que beneficia ambas as partes? Dedicar ações, políticas e tempo nas pessoas que fazem parte da sua empresa é um investimento com retorno garantido nos negócios.  

Este conteúdo foi escrito pela equipe do Tangerino sistema de controle de ponto. A solução permite que os colaboradores registrem o ponto de qualquer lugar e oferece diversas facilidades que transformam a gestão da jornada de trabalho dos colaboradores. Que conhecer a solução? Cadastre-se e faça o teste grátis de 14 dias!  

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *