fbpx
Psicologia organizacional: a ciência por trás de equipes de alto desempenho

RH

Psicologia organizacional: a ciência por trás de equipes de alto desempenho

Cristiano Sacramento
Escrito por Cristiano Sacramento em 7 de abril de 2021

Descubra como a psicologia organizacional te ajuda a entender e aproveitar melhor o potencial de cada colaborador

Qual empresa rejeitaria uma equipe alto desempenho?

Certamente, nenhuma.

Agora, ter times de alto desempenho passa por entender como pessoas e organizações se complementam para extrair todo seu potencial.

Este é um dos objetivos da psicologia organizacional.

Trata-se da psicologia aplicada para alinhar interesses, promover a saúde mental e contribuir para o desempenho da empresa.

Quer entender como a psicologia organizacional te ajuda a construir uma empresa de alto desempenho?

Então, continue lendo e entenda os atributos, benefícios e vantagens desta ciência.

psicologia organizacional sessão com duas pessoas

O que é psicologia organizacional?

A psicologia organizacional é fruto da psicologia tradicional.

A necessidade desse tipo de psicologia surgiu das implicações da revolução industrial.

Porém, foi em 1913 com a publicação do livro “Psychology and Industrial Efficiency” que o termo se popularizou.

O objetivo era usar ferramentas de psicologia para encontrar o melhor profissional para vagas na indústria, serviços náuticos e outros.

Inclusive, essas técnicas foram usadas na Primeira Guerra Mundial para selecionar linguistas, oficiais e militares.

A partir desses estudos foi possível entender os impactos do comportamento humana para organizações.

Podendo, portanto, aproveitar a capacidade humana para aumento de desempenho e produtividade.

No Brasil, a psicologia organizacional chegou na década de 90 com a própria evolução da psicologia como profissão e ciência no país.

Qual a diferença entre psicologia organizacional e psicologia do trabalho?

Apensar de ambas serem parecidas, há diferenças sutis nesses dois tipos de psicologia.

A psicologia organizacional é pensada nas organização, isto é, no conjunto de pessoas, atividades e departamentos.

Já a psicologia do trabalho, estuda a relação do indivíduo com o trabalho.

Ou seja, a psicologia do trabalho analisa:

  • Relações interpessoais;
  • Saúde no trabalho;
  • Segurança;
  • Motivação e satisfação.

Já a psicologia organizacional trabalha com:

  • Processos de recrutamento e seleção;
  • Desempenho de equipes;
  • Clima organizacional;
  • Descrição de cargos.

Ficou claro?

Agora, o que realmente faz um psicólogo organizacional?

Continue lendo.

Qual o papel da psicologia organizacional nas empresas?

Como se trata de uma ciência derivada, a psicologia organizacional compartilha de alguns fundamentos da psicologia:

Descrever

Psicólogos organizacionais são ótimos observadores capazes de descrever comportamentos usando técnicas da área.

Deste modo, eles conseguem captar sutilezas na dinâmica de um departamento pouco perceptível a um olho destreinado.

Explicar

A partir da descrição de um comportamento, o profissional busca entender as razões de cada ação.

Portanto, é capaz de explicar fenômenos ocultos da diferença entre desempenho e engajamento entre departamentos, por exemplo.

Prever

Aplicando ferramentas da psicologia, o profissional consegue prever situações positivas ou negativas, como: picos de produtividade e conflitos internos.

Melhorar

Por fim, a partir desses processos é possível inverter e melhorar situações.

Na prática, este profissional é como se fosse um cirurgião.

Ou seja, ele faz pequenas inserções para corrigir ou manter as relações de trabalho saudáveis e produtivas.

Certo, mas aonde aplicar a psicologia organizacional na minha empresa?

Em quais áreas posso aplicar à psicologia organizacional?

Se a psicologia organizacional é uma ferramenta para criar times de alto desempenho, logo ela é aplicável em diferentes áreas.

Veja algumas delas:

Recrutamento e seleção

Recrutamento e seleção provavelmente é a área que mais aproveita desta ciência.

Aqui, ela é aplicada para encontrar o melhor candidata para postos de trabalho.

Mas, como um psicólogo organizacional descobre a pessoa ideal para cada vaga?

Essa é uma das grandes vantagens em contratar esse profissional para sua empresa.

Primeiro, o profissional é formado em psicologia, portanto pode aplicar “testes psicólogos“.

Esses testes são usados para criar o perfil comportamental dos atuais colaboradores da área.

A partir destes testes e com entendimento claro da cultura organizacional, o profissional cria um perfil de colaborador ideal.

Assim, comparando o perfil ideal com o perfil dos candidatos, descobre-se a probabilidade daquele ser o candidato certo.

Descrição de cargos

Outra aplicação comum da psicologia organizacional é para descrição de cargos.

Isso porque, baseado em pesquisas e testes, o profissional descreve quais competências comportamentais são necessárias para cada posição.

Treinamento e desenvolvimento

Para criar um time de alto desempenho é necessário melhorar e adquirir habilidades.

Então, na função de ser extrair o potencial de cada departamento, a psicologia organizacional mapeia necessidades de treinamento ou desenvolvimento de equipes.

Por exemplo, ao identificar uma equipe com desempenho abaixo da média, o profissional investiga e sugere treinamentos para melhorar os resultados do time.

Fortalecer a cultura corporativa

Se as atividades acima são importantes, essa aqui é o grande diferencial.

Pois, a qualidade da cultura da empresa determina seu sucesso ou fracasso.

Como já disse Peter Drucker:

“A cultura come a estratégia no café da manhã”.

Então, a busca por um time de alto desempenho passa pelo fortalecimento da sua cultura.

Neste sentido, a psicologia organizacional fortalece os pontos positivos e trabalha para reduzir ou eliminar os negativos.

Isso se dá por meio de estratégia, como: employer branding, employee experience entre outras.

Deste modo, a psicologia organizacional contribui para criar um gerador de times de alto desempenho.


benefícios psicologia organizacional

Benefícios da psicologia organizacional

Se os resultados acima são insuficientes para você aplicar agora mesmo psicologia organizacional na sua empresa, veja outros 5 bons motivos:

Manutenção do clima organizacional

Claro, criar um clima saudável, produtivo e harmonioso é insuficiente.

O segredo do alto desempenho está em perpetuar o bom clima organizacional.

Isso é difere da ausência de problemas e conflitos.

Na verdade, a psicologia organizacional te oferece experiencia e ferramentas certas para manter o clima saudável, harmonioso e produtivo.

Alinhamento de interesse entre empresa e colaborador

Times de alto desempenho são times alinhados com o objetivo da empresa.

Ou seja, há um compromisso emocional de cada colaborador para com os objetivos da empresa.

Com isso em mente, a psicologia organizacional te ajuda a conciliar interesses e expectativas entre colaborador e empresa.

Como?

Aplicando ferramentas que só podem ser usadas por estes profissionais.

Assim, o psicólogo organizacional é capaz de identificar o nível de alinhamento entre empresas e pessoas.

Diminuição do turnover por fit cultura

Fit cultura é o termo usado para descrever uma pessoa alinhada com a cultura da empresa.

Claro, o contrário disso é o desalinhamento de cultura.

Aqui mora o perigo, pois desalinhamento cultural é motivo para desligamentos e pedidos de demissões.

Por isso, ao usar a psicologia organizacional você será capaz de diminuir esse desalinhamento evitando custos de reposição de vagas.

Aumento de desempenho de equipes

  • Por que uma pessoa é mais produtiva que outra?
  • O que você deve fazer para equilibrar os resultados da sua equipe?
  • Como integrar departamentos diferentes sem conflitos ou ruídos na comunicação?
  • Quais competências comportamentais devo aperfeiçoar para alcançar os objetivos da minha área?

Essas são algumas das perguntas que a psicologia organizacional te ajudará a responder.

Gestão de crises

Como superar uma situação de crise?

Esse é um dos trabalhos da psicologia organizacional. Ou seja, ela será seu apoio nas 3 fases principais de toda crise:

  • Sobrevivência: como se manter firme do jeito que dá?
  • Manutenção: diagnóstico da crise, inventário e prejuízos;
  • Retomada: reconstrução e retomada igual ou superior ao período antes da crise.

Conclusão

A psicologia organizacional usa conhecimentos da própria psicologia para ajudar empresas a entenderem como essa relação ajuda a criar empresas prósperas.

Então, ao aplicar na sua empresa, você estará a um passo à frente de ter times realmente motivados e capazes de entregar bons resultados para empresa.

E aí, ficou interessado em saber mais sobre psicologia organizacional?

Então que tal assinar nossa newsletter?

Assine agora e receba conteúdos como esse na sua caixa de e-mail.

Para isso, deixe seu e-mail abaixo.

Conteúdo novo toda semana

Entre para nossa lista e receba o melhor conteúdo do blog

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *