fbpx
Fluxo de comunicação: saiba qual é o  da sua empresa

RH

Fluxo de comunicação: saiba qual é o da sua empresa

SimbioX
Escrito por SimbioX em 2 de setembro de 2019
Conteúdo novo toda semana

Entre para nossa lista e receba o melhor conteúdo do blog

Você já sabe que a comunicação interna tem um papel importante para o desempenho, o engajamento, a lealdade dos colaboradores; e também sabe que precisa tomar medidas para que a comunicação interna seja mais eficiente dentro da empresa. Porém, é muito provável que você ainda não entenda o fluxo de comunicação da sua empresa, nem saiba porque isso é relevante – mas é, sim, muito relevante.

Nesse artigo, vamos jogar um pouco de luz sobre o assunto, explicando o que é um fluxo de comunicação, como ele afeta a comunicação interna da organização e como identificá-lo dentro da sua empresa.

O que é um fluxo de comunicação

Fluxo de comunicação é o caminho que as informações percorrem dentro da organização, ou, em outras palavras, a dinâmica dos diálogos entre os colaboradores. Entender o fluxo de comunicação da sua empresa significa entender quem fala com quem, quando e como, tanto dentro de uma equipe quanto entre equipes e até setores diferentes.

Porque o fluxo de comunicação é relevante

Alguns problemas de comunicação interna estão diretamente ligados ao fluxo de comunicação da empresa. Portanto, entender esse fluxo é necessário para aumentar a eficiência da comunicação dentro da organização.

Um fluxo de comunicação truncado é o problema mais óbvio. Podemos fazer uma comparação com um fluxo de trânsito: se um motorista pára no meio da pista, ele prejudica a viagem de todos que estão atrás dele. Da mesma maneira, se as informações chegam até certa pessoa ou grupo e “estacionam” ali, todos que dependem dessas informações, mas não a recebem, ficam prejudicados.

Outros problemas envolvendo fluxo de comunicação são bem mais sutis. Tenha em mente, por exemplo, que as relações pessoais entre os elos dessa corrente afetam a maneira como a informação flui através dela. Dessa forma, se o fluxo passa por duas equipes que não têm um bom relacionamento, é muito provável que a informação não seja transmitida adequadamente de uma para outra.

Tipos de fluxo de comunicação

Existem cinco tipos de fluxo de comunicação, de acordo com a maneira como a informação circula. Eles são: ascendente, descendente, horizontal, transversal e circular. Vamos entender cada um deles?

Fluxo ascendente

Um fluxo de comunicação é ascendente quando a informação que circula através dele parte do liderado para o líder, do colaborador para o gestor.

É raro observar esse fluxo na maioria das empresas, devido à própria maneira como as pessoas se relacionam: a hierarquia é rígida, afasta as pessoas com base em seus cargos, de modo que não existe abertura para a manifestação dos funcionários.

Quando esses obstáculos são superados, os benefícios de um fluxo ascendente são impressionantes, pois os colaboradores são uma rica fonte de feedback e sugestões de melhoria sobre as operações da empresa.

Fluxo descendente

Esse é o fluxo de comunicação mais comum, aquele que parte do líder para o liderado, do gestor para o colaborador. Informações ligadas a normas, procedimentos, atribuições e metas são tipicamente transmitidas por meio desse tipo de fluxo.

É preciso estar atento para que esse fluxo de comunicação não fique truncado. Como já foi visto, esse é um dos problemas mais óbvios – e relativamente comum em fluxos descendentes.

O gestor fica excessivamente envolvido em suas atividades de planejamento, monitoramento, controle; ocupado com reuniões e relatórios; no fim, a comunicação com a equipe fica em segundo plano e as informações nunca são passadas adiante. Naturalmente, existe um reflexo negativo sobre o desempenho dos colaboradores.

Fluxo horizontal

O fluxo de comunicação horizontal é aquele que existe entre colaboradores do mesmo nível hierárquico dentro de uma equipe, ou entre equipes e setores da empresa. Só pode existir alinhamento na organização se esse tipo de fluxo é bem desenvolvido.

Um exemplo típico de fluxo horizontal é aquele que se estabelece entre as equipes de vendas e de marketing. Se a equipe de marketing cria uma campanha de promoção, oferecendo descontos em produtos, a equipe de vendas precisa saber quais são os termos dessa promoção para aplicar na hora de atender os clientes. Um fluxo de comunicação inadequado entre as duas equipes pode levar ao fracasso da ação e prejudicar as metas de ambas.

Fluxo transversal

Um fluxo transversal não tem qualquer relação com hierarquia, horizontal ou vertical. É aquele que se desenvolve em todas as direções: do gestor para o colaborador, do colaborador para o gestor, entre colaboradores e gestores de equipes diferentes. Informalidade e dinamicidade são características essenciais desse tipo.

Esse fluxo pode ser identificado em empresas que adotam um modelo organizacional mais moderno, descentralizado, e especialmente naquelas que não têm um número muito grande de pessoas; é o caso clássico da startup. Existem vantagens e desvantagens desse modelo; por um lado, ele estimula a maior participação de todos; por outro, torna a gestão da comunicação interna mais complexa.

Fluxo circular

O fluxo circular, assim como o transversal, passa livremente por indivíduos diferentes níveis hierárquicos. É mais um modelo ideal para empresas de pequeno porte, com menos funcionários.

Agora que você entendeu o conceito de fluxo de comunicação, é hora de analisar a comunicação interna da sua empresa e identificar qual tipo de fluxo está sendo adotado. Será que você poderia implementar um modelo diferente, que tornaria a troca de informações mais eficiente?

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *