fbpx
Employee Experience: crie experiências inesquecíveis com seus colaboradores

RH

Employee Experience: crie experiências inesquecíveis com seus colaboradores

SimbioX
Escrito por SimbioX em 24 de junho de 2020

Employee Experience (EE) ou Experiência do Colaborador, é todo histórico de experiencias vivida na empresa, desde o recrutamento, onboarding, treinamentos, desenvolvimento, promoções até o desligamento.

A maioria das empresas investem na experiência do cliente. Mas o que deve ser cada vez mais reconhecido são os colaboradores que fazem parte da empresa e são ativos mais valiosos.

A experiência do colaborador é tão importante quanto a experiência do cliente.

Mas, Employee Experience é a mesma coisa que Endomarketing?

Não é e vou te explicar o porquê.

Endomarketing tem como objetivo engajar os colaboradores para gerar resultados. São campanhas motivacionais, eventos, treinamentos e atividades do gênero.

O Employee Experience refere-se a todo ponto de contato do colaborador com sua empresa. 

Por exemplo: no processo seletivo, na integração, com membros de outras áreas, gestores, murais, intranet etc. 

Cada interação com o colaborador gera um impacto positivo ou negativo no engajamento. 

As empresas têm buscado melhorar o engajamento do colaborador, mas nem sempre desenvolvem uma visão mais profunda sobre a experiência do colaborador, tratando todos os pontos de contato. 

Os profissionais de Recursos Humanos possuem um papel fundamental na liderança dessas iniciativas, dedicadas a promover uma comunicação aberta e transparente e, minimizar cada vez mais o estresse e ansiedade dos times.

E para tal, ter um processo de comunicação interna estruturado é essencial para garantir o alinhamento de todos os membros da organização. 

employee experience inglês

É fundamental promover a participação efetiva dos colaboradores e canalizar corretamente os assuntos de acordo com suas instâncias.

Essa mudança corporativa vem criando novos departamentos nas empresas, especialmente criados para oferecer essa experiencia diferenciada para os colaboradores. 

Qual a diferença entre Employer Branding e Employee Experience?

Employer Branding é o trabalho de fortalecimento da marca da empresa contratante. O objetivo é ter um local atrativo e diferenciado que atraia e retenha talentos.

Ter bons profissionais é interesse para toda corporação, pois é o perfil comprometido e produtivos que cria laços com a empresa e desenvolve uma relação de confiança.

Minions Felizes

Uma empresa com foco em Employer Branding inclui essa estratégia dentro da na missão, visão e valores da companhia. 

Já o Employee Experience visa gerar uma experiência tão relevante, que os colaboradores sentem orgulho e estão sempre motivados em prol da empresa onde estão. Isso colabora para terem colaboradores mais engajados, motivados e comprometidos. 

É uma estratégia, que além de melhorar a retenção, aumenta também a competitividade de empresa no mercado.

Quando o RH se preocupa em oferecer uma boa experiência aos seus colaboradores, o resultado aparece em todos os sentidos, tanto no engajamento interno como no aumento da produtividade e diminuição da rotatividade (turn-over). 

Como oferecer essa experiência diferenciada?

Como oferecer uma experiência diferenciada na sua empresa, se há tantos desejos e motivações diferentes?

Para maximizar os benefícios gerados Employee Experience, é importante pensar em estratégias que contribuam para o funcionamento apropriado do fluxo de trabalho da empresa.

Um dos caminhos iniciais para implementar esse trabalho é realizar uma pesquisa de clima. A partir desse resultado ficará mais fácil identificar os fatores que estão agregando ou detratando a imagem da empresa.

Se a sua empresa se preocupa em oferecer um serviço diferenciado para os clientes, o mesmo deve ser entregue aos colaboradores.

Além dos benefícios, oferecer um ambiente que tenha possibilidade de crescimento profissional e valorização são pontos que pesam na hora da decisão.

Escalar com Employee Experience

Bons líderes que auxiliem o time a se desenvolver em meio aos desafios delegando e dando feedback, são exemplos de um ótimo Employee Experience.

Oferecer um ambiente lúdico com brincadeiras e descontração não tem o mesmo peso de um ambiente que realmente se importa com o desenvolvimento do colaborador.

Em ambientes onde os colaboradores estão engajados e motivados, a produtividade e fidelização são altas também. Nesse cenário, os colaboradores farão de tudo pelo melhor resultado que puderem entregar.

Pontos de contato com os colaboradores:

Recrutamento e Seleção

Assim como existem sites de avaliação de experiências dos consumidores em geral, como o Reclame Aqui, há também sites que avaliam as empresas, como Glass Door, Love Mondays, onde colaboradores atuais e ex-colaboradores dão sua avaliação sobre a empresa.

E assim como candidato será avaliado, ele também avalia a empresa que está prospectando. Ter uma boa ou má imagem nesses locais ajudam, ou prejudicam a seleção de bons candidatos.

Retenção dos colaboradores

Uma das formas de reter os colaboradores é durante o onboarding, apoiando nos primeiros meses em todos os processos da empresa.

É importante nessa fase realizar pesquisas de feedback para identificar possíveis lacunas durante esse processo.

Desenvolvimento do colaborador

Investir em treinamento e desenvolvimento são de suma importância para manter os colaboradores motivados. Essa sensação de “estão investindo em meu desenvolvimento” aumenta o engajamento e a motivação das equipes. 

Além da melhora dos resultados, a preocupação em capacitar os colaboradores torna o ambiente empresarial mais estimulante.

Entrevista de desligamento

O tempo de permanência nas empresas tem sido cada vez mais curto, mesmo com todos os esforços para mantê-los. Podem surgir proposta com condições melhores ou que estão mais alinhadas aos objetivos pessoais de cada colaborador. 

Mas o importante a se levantar é uma entrevista de desligamento, para entender o que motivou o colaborador a querer sair, assim você pode tratar esses pontos e evitar que outras situações semelhantes se repitam. 

Lembre-se que rotatividade é custo de demissão somado custo com treinamento de novos colaboradores. Reter bons talentos é mais econômico do que contratar diversas vezes para a mesma posição.

Como dar início a esse processo

O primeiro ponto para embarcar nesse processo é enxergar o colaborador como o seu principal cliente, desenvolvendo o relacionamento pessoal em conjunto com o propósito da empresa. 

Ter estratégias claras para tornar a experiência do colaborador mais satisfatória e envolvente, pode ser um forte aliado na transformação digital e na potencialização dos resultados financeiros. 

Para que aconteça, é necessário que as lideranças tomem a frente na motivação das suas equipes, colocando seus liderados no centro da organização.

Se a sua empresa deseja começar um plano de Employee Experience, sugerimos alguns pontos iniciais para serem avaliados:

Estabeleça prioridades

Se uma empresa está sofrendo com alta rotatividade, entender as motivações de saída através das pesquisas de desligamento já podem dar alguns insumos.

Ou se os colaboradores estão insatisfeitos com o ambiente ou com seu desenvolvimento, uma pesquisa de clima pode ser o início da mudança.

Não tem ponto inicial para começar. O começo é onde está a maior crise atual.

Busque informações

Estabeleça alguns momentos da jornada e crie algumas pesquisas para ir coletando dados gradualmente, que sirvam de base para criar uma história sobre a experiência do colaborador. 

Comece na integração, nas reuniões de feedback, na pesquisa de benefícios e vá juntando informações.

Seja assertivo na pesquisa

Realizar pesquisas personalizadas ajudam a informar em quais fatores você deve se concentrar na pesquisa de saída. 

Pesquisas genéricas não tratam a causa raiz e não oferecem dados relevantes nesse contexto.

Tenha um plano de ação

Não basta realizar as pesquisas de experiência dos colaboradores se não for usá-las para tomar alguma ação. Para cada problema identificado, monte um plano de ação para buscar um novo resultado.

Investir na experiência dos colaboradores é um investimento que trará tantos benefícios, como melhores talentos, retenção e aumento no faturamento. 

Use as tecnologias a seu favor

Crie um ambiente confiável e acolhedor, no qual o colaborador se sinta livre para mostrar sua melhor performance.

Nesse sentido, uma plataforma de comunicação interna como uma Intranet Corporativa ajudará a garantir agilidade ao processo e alinhamento entre os colaboradores através de atualizações em tempo real.

Conclusão

As empresas podem despertar nas pessoas a vontade de entregar a melhor performance, desde que tenha objetivos alinhados que proporcionem uma experiência enriquecedora e voltada ao crescimento pessoal e profissional.

Uma empresa que oferece uma boa experiência interna normalmente possui um resultado financeiro até 25% maior do que as empresas que não se preocupam com essa questão.

O resultado de tudo isso será um ambiente produtivo, colaboradores engajados e motivados, que farão de tudo para que a empresa cresça cada dia mais. 

Gostou do conteúdo? Para receber mais conteúdos como esse direto na sua caixa de e-mail, assine nossa newsletter grátis 👇

Conteúdo novo toda semana

Entre para nossa lista e receba o melhor conteúdo do blog

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *