fbpx
Dicas para ter mais segurança na internet

Comunicação Interna

Dicas para ter mais segurança na internet

SimbioX
Escrito por SimbioX em 12 de julho de 2017
🔴 Webinar Jornada do Colaborador na Prática em 10 etapas. Grátis

Assim como no mundo “real”, ter segurança é fundamental para evitar dores de cabeça e ser alvo de criminosos. Dentre os principais crimes encontrados no mundo virtual estão roubos de senhas e de arquivos, fraudes, espionagem, entre outros. Para auxiliar você nesse mundo de criminosos virtuais, nós separamos algumas dicas que serão muito úteis para lhe ajudar a se proteger e navegar com segurança.

Confira:

Faça sempre logout em locais públicos: evite ao máximo acessar e-mails, administrar conteúdos de sites, conta bancária, rede social ou conta pessoal no computador de terceiros, mas caso seja necessário, clique sempre para sair do seu login quando finalizar o que estava fazendo. Isso é meio óbvio, mas ainda assim há pessoas que não se atentam a esses detalhes.

Crie senhas com números e letras: as senhas mais comuns são datas de aniversários, telefone, nome de um parente ou números de telefone. O que não é recomendado, por isso, para qualquer senha procure utilizar no mínimo 6 caracteres. Nunca armazene senhas em arquivos de computador.

Sempre atualize seu navegador: navegadores mais modernos com base de HTML5 normalmente possuem recursos de segurança que são capazes de combater perigos mais recentes, como sites falsos que se passa por páginas de banco, por exemplo.

Site intranet: essa é uma rede que utiliza a tecnologia e os padrões da internet, mas de forma privada, ou seja, é destinada apenas para membros da corporação, como dirigentes, colaboradores e terceirizados, desde que tenham a autorização para o acesso.  O melhor disso é que você fica seguro contra a ação de criminosos e pode compartilhar informações de forma simples e rápida.

Aqui na SimbioX, você encontra diversos mecanismos para melhorar a segurança dentro da sua empresa. Entre em contato conosco e saiba mais.

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *