A instituição de uma jornada fixa de trabalho, um dos adventos da Revolução Industrial, possibilitou melhor qualidade de vida aos trabalhadores e mais segurança aos empregadores. 

Antes deste fato histórico – que na Europa remonta ao século 18 – cidadãos trabalhavam mais de 15 horas por dia sem qualquer amparo legal tanto a carga excessiva de horas de trabalho quanto aos problemas de saúdes ocasionados desta sobrecarga. 

São também desta época os primeiros instrumentos de controle de ponto: mecanismos por meio dos quais o empregador fiscaliza a jornada do trabalhador. Assim, o empregador  garante que as horas ordinárias e extraordinárias serão anotadas e pagas aos empregadores.

Controle de ponto no Brasil

No Brasil, país de industrialização tardia, o controle de jornadas só foi aparecer em lei na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) de 1943.

Dizia a norma:

“Art. 74 – O horário do trabalho constará de quadro, organizado conforme modelo expedido pelo Ministro do Trabalho, Indústria e Comercio, e afixado em lugar bem visível. Esse quadro será discriminativo no caso de não ser o horário único para todos os empregados de uma mesma seção ou turma.

§ 1º – O horário de trabalho será anotado em registro de empregados com a indicação de acordos ou contratos coletivos porventura celebrados.

§ 2º Para os estabelecimentos de mais de dez empregados, será obrigatória a anotação da hora de entrada e saída, em registos mecânicos, ou não, devendo ser assinalados os intervalos para repouso.”

Evoluções normativas, inovações tecnológicas, jurisprudências e necessidade de modernização trabalhista mudaram parte dessas exigências, mas o escopo continua o mesmo: patrões precisam garantir instrumentos de controle de jornada de seus colaboradores.

Hoje, a regra não vale mais para empresas com apenas 10 funcionários – o piso passou para 20 trabalhadores. Também estão previstos instrumentos de fiscalização para os servidores que trabalham remotamente – outra inovação no processo.

Mas, a principal alteração, sem dúvida, é proveniente de um incremento tecnológico: o surgimento dos relógios eletrônicos/digitais, que permitiam a marcação de jornadas de trabalho.

Correção, rapidez e segurança jurídica

Os relógios de ponto digitais se mostraram mais eficientes e seguros de que seus antecessores – o método manual e o relógio cartográfico.

Os dispositivos funcionam como microcomputadores, que armazenam dados de um número muito maior de trabalhadores e, cumprindo determinações legais, imprimem comprovantes para resguardar os dados aos colaboradores. 

As informações são retroalimentadas por um sistema interno que, em sua versão mais moderna, pode ser administrado remotamente. 

A identificação do funcionário se dá por instrumentos irrepetíveis e exclusivos, como a biometria das impressões digitais ou do reconhecimento facial, ou as senhas e os cartões de proximidade.

Integrado a softwares específicos de recursos humanos, o equipamento já alimenta planilhas que geram automaticamente:

  • horas-faltas
  • horas-extraordinárias
  • demais eventos comuns à rotina de trabalho.

De longe, o relógio de ponto digital é o melhor sistema de controle de jornadas, superando em todos os quesitos os já ultrapassados métodos analógicos.

A última fronteira

Neste quesito, a Control iD tem expertise reconhecida no mercado nacional, sendo líder de vendas de todos os relógios de ponto comercializados em território brasileiro. 

Os equipamentos atendem às normatizações trabalhistas, têm capacidade para armazenar milhares de dados de funcionários (biometria e senhas) e imprime com rapidez em bobinas térmicas e sem transtornos os comprovantes de registro de ponto.

software RHiD auxilia na apuração do ponto, liberando o Departamento Pessoal para outras atribuições mais específicas.

Com design intuitivo, o equipamento praticamente não precisa de manutenção e diminui falhas e filas na entrada e saída do pessoal. Com conexão de rede, as máquinas estão em constante comunicação com o gestor do time, que pode acompanhar as ocorrências de maneira remota.

Conheça nossa linha de relógios de ponto, faça uma cotação ou torne-se um representante da empresa líder no segmento de relógios de ponto no país.

Post by SimbioX
Junho 17, 2022

Comments