fbpx
Competências comportamentais: nem só de técnica sobrevive uma equipe

RH

Competências comportamentais: nem só de técnica sobrevive uma equipe

SimbioX
Escrito por SimbioX em 22 de dezembro de 2020
Competências Comportamentais: nem só de técnica sobrevive uma equipe

O que colocar na hora de atualizar o currículo?

Já sabemos o básico: experiência profissional, formação acadêmica, cursos, outros idiomas etc. Mas o mercado quer, além de tudo isso, um profissional com certas características de personalidade, as competências comportamentais.

Um professor, por exemplo, deve dominar a matéria que ensina, além de utilizar diferentes metodologias para ensinar, como ser didático e ser assertivo na comunicação. Essas são competências técnicas.

Mas e os exemplos de competências comportamentais deste profissional?

Segundo ao site Escolas Disruptivas, “um bom professor, assim como um grande líder, não é aquele que apenas ensina, mas o que inspira, instrui e motiva” outras pessoas. Entre as principais competências comportamentais destacam-se:

  • Empatia;
  • Liderança;
  • Pensamento crítico;
  • Criatividade;
  • Boa comunicação.

O que são competências comportamentais?

As competências Comportamentais são, basicamente, as atitudes e comportamentos dos colaboradores.

Ao contrário das competências técnicas, essas habilidades não podem ser adquiridas em cursos profissionalizantes ou treinamentos, uma vez que são características pessoais.

Quais são as principais competências comportamentais?

Podemos listar algumas habilidades que estão no radar dos líderes e recrutadores das companhias. Entre elas:

Quais são as principais competências comportamentais

Boa comunicação saber transmitir seu pensamento de forma clara e objetiva. Não estamos falando do diálogo em si, mas da boa oratória, a dicção e o vocabulário bem construídos.

Adaptabilidade – a sociedade como um todo está em constante mudança (vide 2020). As empresas esperam que o funcionário se ajuste a essas situações.

Iniciativa – as organizações valorizam a proatividade; estamos falando daqueles funcionários que não dependem da presença do chefe para identificar oportunidades ou para que o serviço seja feito.

Ética – agir com responsabilidade social. 

Aptidão para o trabalho em equipe – esta é uma característica pessoal muito valorizada. A Capacidade de atuar em conjunto é essencial para o mercado de trabalho.

Intraempreendedorismo – ao contrário do que muita gente pensa, empreendedorismo não é apenas uma pessoa que tem o seu próprio negócio, mas também aquela pessoa que está em busca de mudança e inovação.

Dentro das organizações também é possível ter empreendedores, sem, necessariamente, ser o dono. Para isso foi criado o termo intraempreendedorismo.

Inteligência emocional – quem tem inteligência emocional sabe pensar, sentir e agir de forma inteligente e consciente.

Facilidade para solucionar problemas – uma matéria publicada na Melhor – Gestão de pessoas, “aponta que durante as dinâmicas e exercícios realizados nos processos seletivos, essa atribuição é altamente desejada pelas companhias.”

Empatia – um(a) colaborador(a) empático(a) é capaz de compreender as emoções das outras pessoas, construindo relações saudáveis, fazendo escolhas conscientes.

Criatividade – esta competência define a capacidade do indivíduo de criar e de inventar. Além de possuir ideias originais, ela é capaz de propor novos enunciados.

Qual a importância dessas competências…?

… para mim?

profissionais se destacam

Quem tem as competências comportamentais certas consegue atingir um crescimento profissional surpreendente – e em pouco tempo. Isso porque o indivíduo pode contar com essas capacidades tanto no ambiente social quanto no profissional.

Além disso, acaba facilitando para que a pessoa exerça diferentes papéis que a ela são requisitados sem muita dificuldade, uma vez que essas competências são características pessoais.

… para a minha empresa?

Competências Comportamentais: benefícios para as empresas

Que empresa não quer colaboradores eficientes, felizes e motivados no ambiente de trabalho?

Já que as competências comportamentais são características pessoais equiparadas aos requisitos de diferentes cargos dentro de uma corporação, é possível utilizar esses dados para identificar as maneiras mais eficientes de gerir a empresa (com foco nos colaboradores, claro) com o People Analytics.

E as vantagens são muitas: 

  • Primeiramente, pessoal do recrutamento e seleção agradece! Isso porque o processo seletivo fica mais assertivo, além mais rápido;
  • Redução do turnover. Claro, um funcionário satisfeito e motivado não quer sair da empresa. A retenção de talentos deve ser (se ainda não é) uma das estratégias mais importantes da sua organização;  
  • Há a formação de equipes fortalecidas e integradas, uma vez que você reúne profissionais com competências que se complementam;
  • Fica mais fácil a percepção das áreas em que é preciso fazer capacitações e treinamentos, uma vez que a avaliação de desempenho esteja consolidada e o RH atuando estrategicamente;
  • Retenção de talentos. As empresas adotam uma série de políticas e práticas que para manter bons colaboradores por mais tempo. Atrair e manter essas pessoas motivados e empenhadas é um desafio, mas não é impossível.
Conteúdo novo toda semana

Entre para nossa lista e receba o melhor conteúdo do blog

Como posso fazer o recrutamento por competências?  

Se você é o(a) recrutador(a), vale a pena investir em uma descrição detalhada da vaga. Quanto melhor a descrição, menos risco você terá de receber currículos aleatórios.

Recrutamento

Ah, claro: é importante que você divulgue a vaga por meio de canais específicos e que realize a triagem somente dos candidatos que se enquadram no perfil desejado. 

Sabemos que ao lidar com seres humanos, essa seleção nunca é 100% confiável, mas você pode adquirir uma ferramenta de admissão digital.

Além de simplificar o processo admissional, poupando tempo e te livrando de toda a burocracia, você pode se concentrar em escolher os indivíduos certos para a vaga, evitando trabalhos desnecessários e excluindo candidatos que não apresentam um perfil adequado à instituição.

Teste DISC 

O perfil comportamental do(a) candidato(a) (com relação à vaga) é, geralmente, medido de acordo com o seu comportamento perante determinadas situações.

Existe um teste chamado DISC. Ele considera quatro variáveis principais para fazer a medição: conformidade, estabilidade, dominância e influência.

Apesar de você possuir certas competências, isso não significa que você não possa aperfeiçoá-las ou desenvolver uma habilidade ainda escondida.

Com o resultado do teste em mãos, parta para o ataque: qual habilidade você pode melhorar hoje?

Teste DISC

Competências técnicas x competências comportamentais

É de extrema importância que o profissional responsável pela seleção entenda as diferenças entre competências técnicas e comportamentais.

E saiba uni-las!

Isso porque as pessoas não exprimem suas características técnicas e comportamentais uniformemente. Um candidato até pode ser mais apropriado no perfil comportamental, mas não ter as exigências técnicas solicitadas. E aí? O que fazer?

De novo, para atingir um bom ajuste, é necessário identificar quais são os requisitos técnicos e também os pessoais de um cargo, além de definir quais atributos seriam um diferencial para a vaga.

Portanto, cruzar as competências técnicas e comportamentais para a seleção dos colaboradores traz enormes benefícios à organização – além de evitar grandes problemas.

Contratar a pessoa com o perfil certo é o primeiro passo para garantir a adaptação e o bom desempenho dela em suas atividades.

Contratação de colaborador

Qual a principal dificuldade da sua empresa neste processo de recrutamento e contratação? Aqui nós já resolvemos metade dos problemas com o Contrata Fast.

Ele é uma solução desenvolvida para empresas que buscam desburocratizar, simplificar e automatizar o processo admissional, além de oferecer uma experiência inovadora aos seus novos colaboradores.

E aí,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *